Imigrantes em Recreio

Temos recebido muitas consultas sobre imigrantes que viveram em Recreio, provavelmente em função do projeto que desenvolvemos para recuperar a história da imigração em Leopoldina e que pode ser acompanhado no blog Imigrantes em Leopoldina.

Na época da Grande Imigração, ou seja, entre 1880 e 1900, o território do atual município de Recreio estava subordinado a Leopoldina. Para recordar: o mais antigo distrito, anterior mesmo a Recreio, é Conceição da Boa Vista, criado em 1851. Em 1854, com a autonomia administrativa do antigo Feijão Cru com o nome de Leopoldina, Conceição da Boa Vista passou a subordinar-se a este município. A instalação do distrito de Recreio em 1890 não modificou o vínculo de Conceição da Boa Vista, o que só veio a acontecer em 1938, com a elevação de Recreio a município.

Como estamos falando de período anterior a 1930, quando foram modificadas as normas para registro civil em atraso, pesquisas sobre os imigrantes devem ser realizadas prioritariamente nos livros paroquiais. Por esta razão é importante lembrar que a Capela Menino Deus, atual Matriz de Recreio, foi criada como filial da então Freguesia de Conceição da Boa Vista. O mesmo ocorreu com a criação da capela no antigo distrito de São Joaquim, hoje Angaturama. Ou seja: os registros paroquiais eram realizados nos livros da então Matriz de Conceição da Boa Vista, que atualmente se encontram na secretaria paroquial da Matriz do Menino Deus, em Recreio.

Para outros esclarecimentos sobre a pré história de Recreio, convidamos os leitores a acompanharem nossas postagens de abril e maio de 2007, especialmente as seguintes:




Portanto, aos leitores que quiserem pesquisar sobre seus antepassados imigrantes, indicamos os livros paroquiais de Conceição da Boa Vista, hoje sob a guarda da Matriz do Menino Deus, em Recreio.

Já para os registros civis, lembramos que todos os distritos de Leopoldina criados antes de 1889 contavam com Cartório de Notas. Em fevereiro de 1889 foram instalados os Cartórios de Registro Civil, muitos deles simplesmente sucedendo os de Notas. Os documentos anteriores à instalação deveriam ter sido transferidos, naquela data, para o Arquivo da Câmara Municipal de Leopoldina. Entretanto, sabemos que em alguns casos não foi o que aconteceu. Donde será necessária uma busca mais detalhada, consultando as próprias unidades de Registro Civil.

Lembramos ainda que, de modo geral, os imigrantes buscavam a regularização de nascimentos e casamentos junto à Igreja e poucos fizeram o registro civil. Em nossas pesquisas, não foram raros os casos em que encontramos registro de nascimento incompatível com o batismo, bem como casamento civil diferente do religioso. Dois exemplos clássicos: data de batismo anterior à data de nascimento no registro civil; data de casamento civil posterior em muitos anos à do casamento religioso.

3 comentários:

  1. Anônimo9:39 PM

    OLÁ ESTOU SORRINDO ATÔA, EU TINHA FÉ E ESPERANÇA QUE ATRAVES DE PESSOAS COMO VOCES. EU CONSEGUIRIA ENCONTRAR ESTA CERTIDÃO DOS MEUS AVÔS.
    SOU GRATO A VOCES JESUS O ABENÇOE A TODOS VOCES
    ABRAÇO DO AMIGO E PRIMO
    MILTON DORIGO DIAS

    ResponderExcluir
  2. Boa noite. Proucuro pela certidão de casamento de Benevenuto Ferreira da Costa com Antônia Maria de Jezus e o atestado de óbito. Aguardo algum retorno.

    ResponderExcluir
  3. Olá Douglas: não tenho os nomes em meu banco de dados. Sugiro entrar em contato com o cartório da localidade onde eles se casaram.

    ResponderExcluir

Inclua seu e-mail para que possamos entrar em contato com você